“O Banco do Povo facilita a vida das pessoas e oferece juros compatíveis com a nossa realidade”, afirma coordenador

José Augusto Borba Cintra fala sobre o departamento


Publicado em 28 de setembro de 2017
"O Banco do Povo facilita a vida das pessoas, com juros compatíveis com a nossa realidade", afirma coordenador
José Augusto: “Visamos a geração de renda e o apoio ao trabalhador que vive por conta própria”

As pessoas que sonham em ter o seu próprio negócio contam agora com uma perspectiva bem melhor. O Banco do Povo de Iracemápolis apresenta números positivos em 2017.

De acordo com o balanço mais recente, que abrange os nove primeiros meses do ano, foram efetuados R$ 168.059,79 em empréstimos para empreendedores da cidade. O valor representa crescimento de 56% em relação ao mesmo período do ano passado e faz referência ao empréstimo para 26 empreendedores.

José Augusto Borba Cintra, que coordena o setor na gestão de Fábio Zuza, explica que o dinheiro posto no mercado ajuda a movimentar a economia municipal.

“São quase R$ 170 mil sendo movimentados por empresários em busca de crescimento. Oferecemos os menores juros do mercado”, disse.

Esses e outros assuntos foram abordados por ele na entrevista a seguir.

 

O que é o Banco do Povo?

É um programa de microcrédito do Governo do Estado feito em parceira com a Prefeitura.

 

Quais os valores para empréstimo?

De R$ 200 a R$ 5 mil para pessoa física (sem CNPJ) e até R$ 20 mil para pessoa jurídica (com CNPJ), com juros de 0,35% ao mês, o menor do mercado. A solicitação inicial é de R$ 3 mil para pessoa física e R$ 7,5 mil para jurídica. Cabe lembrar que a solicitação é sujeita a análise.

 

O que pode ser comprado com o dinheiro?

Máquinas, equipamentos, mercadorias, ferramentas e materiais para revenda.

 

O que é preciso para solicitar o empréstimo?

Desenvolver atividade produtiva. Se pessoa física, residir há mais de dois anos na cidade ou ter um empreendimento há mais de dois anos. Não pode ter restrições no SCPC, Serasa ou Cadin. O faturamento bruto tem que ser de no máximo R$ 360 mil nos últimos 12 meses.

 

O que o Banco do Povo exige?

Um fiador para as solicitações e alienação fiduciária para o caso de veículos rodoviários, ciclomotores, motocicletas, carretas, carrocerias e trailers.

 

Qual o prazo de análise da solicitação?

Depende de algumas variáveis. Acaba sendo mais curto para quem entrega em ordem a documentação. Dependendo do número de solicitações, se estende um pouco.

 

Como gestor do departamento, o que projeta para os próximos anos?

Ajudar cada vez mais o empreendedor a gerar renda. Esse é um trabalho gratificante e de cunho social. O prefeito Fábio Zuza pede ampla divulgação dos serviços do Banco do Povo, no sentido de ajudar as pessoas e contribuir para o desenvolvimento da empresa e do comércio local.

 

Você aposta em um crescimento ainda maior?

Sim. Devemos sempre lembrar que o Banco do Povo é uma estratégia de geração de renda e apoio ao trabalhador que vive por conta própria. O capital de giro é muito importante, pois você precisa dele para trabalhar. O empréstimo facilita a vida das pessoas, pois os juros não são altos, são compatíveis com a nossa realidade.

 

Como ter mais informações?

Basta ir até a Rua Pedro Chinelatto, 254, Centro (junto ao PAT). O telefone é 3456 5915 e o atendimento é das 9h às 16h.