Oficinas Culturais – Formação para o Interior – Abril/2021


Publicado em 25 de março de 2021

Começaram nesta semana as inscrições para as Oficinas Culturais – Formação para o interior. A ação ocorre por meio de parceria entre o Município, Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado, Poiesis e Oficinas Culturais.

Todas atividades são gratuitas. As oficinas acontecerão na segunda quinzena de Abril, ao vivo, via Zoom Acompanhe:

 

OFICINA: INTRODUÇÃO À EDIÇÃO DE VÍDEO DIGITAL

Coordenação: Lucas Gervilla

Datas e horários: 20, 22, 27 e 29 de abril, das 10h às 12h

Inscrições: 23/3 a 6/4

30 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo: Podem participar estudantes, jovens produtores, cineastas iniciantes, entusiastas do cinema (documentário e ficção), pessoas que queiram trabalhar como Youtubers, vlogers, e ainda profissionais que passaram a exercer seus trabalhos através de vídeo durante a pandemia. Não é necessário ter experiência prévia, nem equipamento profissional, podem ser usados computadores, celulares ou tablets.

Link para inscrição: https://forms.gle/MErMPYaQT6CurnhZ6

 

Sinopse:

Por meio de explicações seguidas de exercícios rápidos será apresentada a edição como processo fundamental na produção audiovisual. Durante a oficina, os participantes entram em contato diferentes técnicas e conceitos de edição e montagem, visando fornecer aos participantes elementos para o enriquecimento de seus vídeos.

 

Lucas Gervilla é doutorando e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UNESP e graduado em Comunicação e Multimeios pela PUC-SP. Trabalha com audiovisual desde 2005 e já participou de mais de 160 produções. Dirigiu os longa-metragens “Ruinoso” e “Fora da Capital”, ambos de 2020. Foi comissionado pelo Canal Futura para a produção do curta-metragem: “Edmur e o Caminhão” (2018). Recebeu a bolsa “Mobility Fund” (2017), oferecida pelo Prince Claus Fund. Trabalhou junto com os cineastas Kiko Goifman e Lucas Bambozzi. Atua como oficineiro desde 2018. Maiores informações: www.gerva.me

 

OFICINA – AMOR ROMÂNTICO E VIOLÊNCIAS DE GÊNERO: ANÁLISE DAS MÍDIAS DE MASSA

Coordenação: Amanda Rosa

Datas e horários: 20, 22, 27 e 29 de abril, das 18h às 20h

Inscrições: 23/3 a 6/4

40 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo:artistas, produtoras(es) de conteúdo, educadoras(es) e demais interessadas(os)..

Link pra inscrição: https://forms.gle/ky47pTLAMkfSjP2L7

 

Sinopse:

Pretende-se que os participantes pensem criticamente sobre o conceito de “amor romântico”, comumente difundido nas mídias de massa. Trata-se de ponderar como os indivíduos naturalizam este “ideal de felicidade” que, analisado na atualidade, torna-se um dos pressupostos para as violências de gênero, sobretudo nas relações afetivo-sexuais.

 

Amanda Rosa é professora de filosofia do ensino médio, no Estado de Minas Gerais, pós-graduanda em História e Cultura Afro-brasileira e Africana, com formações pertinentes à educação para as relações étnico-raciais, e de gênero. Pesquisa temáticas das relações de gênero, feminismo negro e as representações da mulher negra na sociedade.

 

OFICINA PERSONAS ANÔNIMAS – MÁSCARAS EM UPCYCLING

Coordenação: Daniel Normal

Datas e horários: 20, 22, 27 e 29 de abril, das 14h às 16h

Inscrições: 23/3 a 6/4

20 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo: pessoas a partir de 16 anos. Interessados em processos artísticos.

Materiais necessários: materiais que seriam descartados (em especial roupas, acessórios, embalagens, caixas, etc), cola quente, tesouras, estiletes, agulhas e linhas, cola branca, cola de tecido, grampeador.

Link pro formulário: https://forms.gle/CCFwdS1oAKTg63nd9

 

Sinopse:

Os participantes poderão criar novas personas e/ou seres que os representem como identidade através de máscaras, utilizando das técnicas de upcycling, que é o processo de criar algo novo e melhor a partir de itens antigos. Em contraste com a reutilização ou a reciclagem, o Upcycling usa materiais existentes para melhorar os originais.

 

Daniel Normal é arte-educador e artista visual da zona leste de São Paulo, e atualmente trabalha com foco em educação inclusiva. Faz parte do Coletivo Mirante. Em suas produções se utiliza das técnicas de upcycling, aquarela, acrílica e xilogravura.