Saúde orienta sobre febre maculosa


Publicado em 6 de novembro de 2019
Eliane e Olívia passam orientações sobre a doença

A febre maculosa é uma doença que desafia autoridades em todo o país. Em nossa região, praticamente todos os municípios já registraram casos de morte pela enfermidade, sendo dois em Iracemápolis — um terceiro registro evoluiu para cura.

A doença é transmitida por uma bactéria do carrapato-estrela, presente em animais de grande porte, como capivaras. O combate à enfermidade envolve profissionais de órgãos municipais, estaduais e federais.

Nesta semana, a diretora do setor de Vigilância Epidemiológica e Sanitária da Prefeitura, Eliane Raetano, e a servidora pública Olívia Baialuna falaram sobre o assunto. “Nosso município está em uma região propícia à doença, com áreas verdes e concentração de animais hospedeiros”, afirmaram.

A Prefeitura tem feito um trabalho de conscientização buscando inibir a ocorrência de casos. “Há registro de pessoas indo à represa municipal, por exemplo, mesmo sabendo que ali é uma área de risco. Há placas alertando sobre a febre maculosa. Nas escolas e postos de saúde, intensificamos as campanhas de conscientização”, completaram.

SOBRE PREVENÇÃO

Para uma maior prevenção, é preciso reduzir o número de carrapatos, mas a tarefa não é simples. Além de capivaras e roedores, também podem ser hospedeiros animais como cavalos e cachorros.

O quadro inicial da doença é caracterizado por febre alta, dores de cabeça, no corpo e perto dos olhos, enjoo, vômito, diarreia e falta de apetite. Após alguns dias, aparecem manchas vermelhas pelo corpo.

“O importante é que o diagnóstico seja feito em até cinco dias após o contato com o carrapato, antes das manchas aparecerem. Quanto mais cedo, mais chances de êxito no tratamento”, concluíram.

A Prefeitura frisou a importância de a pessoa relatar a um profissional de saúde caso tenha tido contato com o carrapato ou apresentado sintomas. Em Iracemápolis, mais informações podem ser obtidas nas Unidades de Saúde ou pelo telefone 3456 3555.