Cuidados com a dengue devem ser redobrados


Publicado em 13 de fevereiro de 2020
Cuidados com a dengue devem ser redobrados
Eliane: “Período de chuva é favorável ao mosquito; Município confirma dois casos em 2020”

Os cuidados com o Aedes aegypti precisam ser redobrados nesta época do ano, pois o período de chuva oferece boas condições para a reprodução do mosquito transmissor da dengue.

O alerta é feito por Eliane Raetano, do setor de Vigilâncias em Saúde, que destaca a importância de os moradores ajudarem com ações para inibir a proliferação do mosquito.

“Manter em dia a limpeza de casas, de terrenos, e recolher tudo que possa acumular água como pneus e garrafas são ações importantes. O combate à dengue é um desafio coletivo”, afirma.

De acordo com o Ministério da Saúde, de janeiro a março, a transmissão da dengue pode ocorrer mais rapidamente. Por isso, é preciso trabalhar com a prevenção, que é feita com a eliminação dos focos da doença.

Na entrevista a seguir, a profissional detalha o assunto.

Basicamente, o que caracteriza a dengue?

A dengue é uma doença viral transmitida por um mosquito chamado Aedes aegypti. Existem quatro tipos de dengue e todos são perigosos. A depender da gravidade, a doença pode levar a morte.

Como se trata a doença?

Medicamentos só podem ser receitados por um médico. O paciente deve permanecer em repouso e beber muito líquido.

Que outras doenças o mosquito transmite?

Zika, chikungunya, febre amarela e, agora, a febre de Mayaro, uma nova infecção que causa febre com fortes dores musculares.

Quais medidas evitam a proliferação?

A gente precisa ter o sentimento de comunidade, ou seja, entender que aquilo que a gente faz em casa (ou deixa de fazer) afeta toda a vizinhança. Por isso, todo cidadão deve cuidar da sua casa e quintal, eliminando tudo que acumule água, bem como criadouros de locais de trabalho e lazer.

Quais as ações da Prefeitura?

Fazemos mutirões e visitas casa a casa com as agentes, conversando com a população, passando orientações e eliminando criadouros. Também temos ações em empresas e nas escolas com as crianças.

A população tem colaborado?

Preciso alertar para um problema, que são as casas fechadas. Quando isso acontece, é deixado um bilhete para a pessoa entrar em contato e agendar um dia para o retorno. Precisamos que o morador entenda isso e retorne. Não se deve dificultar ou recusar a visita de uma agente de saúde pública.

Profissionais têm elaborado novas estratégias de combate?

Sim, estamos sempre nos reunindo na Sala de Situação, um espaço de reuniões entre setores públicos para medidas de combate. É uma sala multiprofissional de trabalho em equipe.

Onde procurar mais informações?

Temos profissionais para dar orientações em todas as Unidades de Saúde: “Angelina P. Massari” (3456 3930), “Ângelo A. Lobo” (3456 3897), “Maria Neves Alexandrino” (3456 3200) e Coordenadoria de Saúde (3456 3867).

**

Prevenção à dengue é o caminho

A melhor maneira de prevenir a dengue é cuidar para que não tenham focos de água parada limpa. Sem criadouros, não há mosquito e sem o mosquito não há doença. Algumas medidas:

· Guardar pneus em locais cobertos;

· Cuidar de calhas para evitar entupimento;

· Manter tampados recipientes que armazenem água;

· Lavar baldes, vasilhas para animais e outros recipientes, mantendo-os sempre sem água parada.

SINTOMAS

Entre os sintomas, estão:

· Febre alta e fortes dores de cabeça e atrás dos olhos;

· Pode aparecer manchas na pele;

· Cansaço extremo, dor e moleza no corpo;

· Perda de apetite, vômitos, tontura e náuseas.

Caso apresente esses sintomas, é indicado procurar ajuda médica o mais rápido possível e seguir o tratamento conforme as orientações.

NOVO ENDEREÇO

O setor de Vigilâncias em Saúde, com serviços de vigilância epidemiológica, sanitária, combate a arboviroses, informação e comunicação referentes ao Canil Municipal está em novo endereço.

O setor agora atende na Rua Antônio Castelucci, 140, Pq. Cesarino Borba. O telefone para contato segue o 3456 3555.

O local fica próximo a parada do ônibus circular municipal (perto da Igreja Nossa Senhora Aparecida).